diegoeis.com

RSS @diegoeis
Seja o primeiro a comentar tags: artigos desenvolvimento

Um pensamento sobre trabalho remoto

Estava lendo e ouvindo alguns podcasts sobre times ágeis que trabalham remoto e acabei pensando em várias coisas. Uma delas é que o trabalho remoto é uma das soluções para o trânsito de São Paulo e quiça do mundo! ;-)
Imagina só a quantidade de carros que deixariam de transitar. Além disso, talvez até os ônibus e o metro ficariam mais vazios e confortáveis durante boa parte do dia…

Isso tudo por que o trabalhar em casa está ficando cada vez mais comum. Talvez você já esteja em uma empresa onde o trabalho remoto é liberado alguns dias da semana ou até mesmo 100% do tempo, com integrantes morando em cidades, estados, países e horários diferentes. Se sim, você já deve ter percebido que trabalho remoto resolve alguns problemas, principalmente os problemas relacionados a qualidade de vida, o que é muito bom já que passamos boa parte das nossas vidas buscando isso. Outros pontos, ligados a nossa relação com os colegas de trabalho ficam ainda meio sem resposta. Por exemplo: conseguir manter uma cultura e um relacionamento forte entre os integrantes do nosso time. Quando os membros do time estão separados, é muito difícil existir conversas de corredor, apertos de mão etc. Sem falar na reunião depois da reunião, aqueles 30 segundos onde cada um tenta saber a opinião do seu colega sobre o assunto que foi discutido. Parece bobeira, mas são nesses momentos que as pessoas criam relacionamentos que fortalecem a união e as conexões pessoais de cada um dos times.

Outro ponto interessante é que no início, as empresas pensavam em trabalho remoto para diminuir os custos. Mas esse é um motivo muito pífio para se montar um time remoto. Enquanto eles estavam pensando em quanto eles economizariam em papel higiênico (que é uma fortuna, de verdade), eles deveriam pensar em quanto ganhariam com a possibilidade de contratar profissionais que talvez nunca poderiam trabalhar no time por que moram em outro estado (ou até país). Construir ótimos times, para fazer projetos fantásticos, deveria ser o principal motivo para montar um time remoto.

São pontos importantes que precisam ser levados em consideração quando todo o time ou parte de trabalha remotamente.

“Face-to-face conversation,” in the Agile Manifesto, was “the most efficient and effective method of conveying information” because the other methods were terrible.

E sim, você precisa de ferramentas que ajude o time a se comunicar com mais qualidade, diminuindo a perda de interação da distância. O Slack faz isso muito bem. Existem outras ferramentas, que resolvem outros problemas e que facilitam os times a trabalharem distribuídos, como o Retrium ou o ScreenHero.

Eu sei que um dos mandamentos do Manifesto Ágil é “Individuals and interactions over processes and tools”. Mas como você aumenta a interação de pessoas separadas fisicamente sem ferramentas? As ferramentas precisam ajudar e não atrasar.

Há também o anseio dos gestores em saber o que cada um do time está trabalhando no momento. Se você é gestor, e pensa assim, é melhor se matar. Para começar, saber no que e se cada integrante está trabalhando, não é seu trabalho, é um trabalho do time. Obviamente é interessante você saber se o cara não está passando boa parte do dia dormindo em vez de trabalhando. Eu já tive um integrante no time que chegava quando todo mundo ia embora, e só trabalhava umas 3 ou 4 horas por dia. Em contrapartida entregava mais que qualquer um do time. Tudo o que ele entregava gerava valor para o usuário, além de deter muito conhecimento sobre o projeto. Produzir melhor e com qualidade é preferível do que tempo de trabalho. Gestores que adoram “comando controle” tem um pouco de dificuldade para se acostumar à cultura do trabalho remoto.

Um time remoto precisa trabalhar mais como equipes trabalham em projetos open source.

What we’re learning at GitHub is that opting in to open source project constraints often results in better natural survivability characteristics for many types of business, product desenvolvimento, and operations activities. That is to say, processes designed to conform to open source constraints results in a project that runs well, attracts attention, and seems to be self perpetuating where the same project structured more traditionally requires much more manual coordination and authoritative prodding.

Trabalhar presencialmente com o seu time traz muitas vantagens, sem sombra de dúvidas. Mas também contribui para que você construa uma empresa com cargos e hierarquias definidas para o controle e não para o crescimento orgânico, complexo e que se auto organiza.