diegoeis.com

January 25, 2022

Imagem: ciclo de engajamento e retenção

Esse texto foi publicado ano passado na minha newsletter. Se quiser acompanhar mais de perto meus conteúdos, se inscreve lá!


Basicamente esse é o ciclo de engajamento e retenção. A ideia é que você crie hábito de uso, para que o usuário retorne. Quanto mais retorno, mas estimulamos a retenção e mais temos oportunidades de criar engajamento. Se geramos mais engajamento, aumentamos chances de retenção e também chances de criar mais hábito de uso.

Usuário retido é usuário ativo. E geralmente usuários ativos não precisam engajar tanto. Você entra no Spotify e clica em play numa de suas playlists. O Spotify te adora… Eles só precisam de pouco engajamento pra te manter retido. Diferente do esforço que precisam fazer para engajar novos usuários… Tentando fazer esses usuários perceberem o valor.

Usuário engajado é diferente de usuário ativo. Um usuário pode ser engajado com a plataforma, mas não executar core tasks suficientes para se transformar em retido… se não é retido, não é ativo. E aqui você define o que são seus usuários churn, mesmo não sendo um produto SaaS.

Usuário ativo é aquele que executa core tasks dentro do seu produto. Que realmente gera e percebe valor, de forma recorrente.

Usuário ativo durante um longo tempo paga o CAC com LTV.

Muita gente gasta rios de dinheiro (aumentando CAC), para trazer usuários para plataforma e ter uma chance de criar engajamento e por fim gerar retenção (deixando LTV maior que CAC). Essa é uma estratégia de médio e longo prazo. Teoricamente, quando a empresa desligar a torneira de aquisição de novos clientes, eles conseguem manter o CAC lá embaixo, mas ainda conseguem manter uma taxa de aquisição de novos usuários alta, além da garantia do aumento de LTV no longo prazo dos usuários existentes.

Essa imagem faz parte do meu Miro, que é aberto pra todo mundo.

https://miro.com/app/board/o9J_lf2HMtA=/?moveToWidget=3458764515599116336&cot=14

Livro Gestão Moderna de Produtos Serviços Digitais.

O Produto Digital como um meio de entregar valor para o usuário e para o negócio.

Ver mais