diegoeis.com

Newsletter
January 11, 2021

Meu review anual de 2020

Eu tento metrificar quase tudo o que eu faço (obviamente só o que não dá trabalho, ou seja, o que dá para ser automatizado). Esta é uma forma de me manter motivado com alguns assuntos além de conhecer um pouco mais dos meus hábitos. Eu escrevo de vez em quando sobre isso aqui na categoria Produtividade e Dados Pessoais, onde eu conto um pouco sobre como eu monitoro meus dados e quais os serviços e ferramentas que uso pra fazer isso.

Esse hábito é importante para mim por uma série de motivos:

  • Me permite escapar da adaptação hedônica, onde voltamos sempre para um nível estável de felicidade e acomodação independente das coisas boas ou ruins tenham acontecido durante o ano;
  • Entender o que eu fiz muito bem esse ano, o que eu devo continuar fazendo, o que eu devo parar de fazer, em que eu posso me focar mais ou menos;
  • Me ajuda a refletir se estou indo no caminho de curto, médio e longo prazo que eu decidi trilhar;
  • Me permite contemplar o que eu construi durante o ano, sobre o como estou desenvolvimento minha vida e carreira, me forçando sobre como eu posso ser melhor no próximo ano;

Nesse artigo, vou tentar compilar como foi o meu ano de 2020 em números.

Fiz um pequeno menu pra você navegar melhor pelo conteúdo:

TL:DR; para os apressados

O que foi muito bom? Tenho muito o que celebrar esse ano.

  • Lancei um livro;
  • Comecei um emprego novo e fui promovido em pouco tempo;
  • Meu filho fez 1 ano;
  • Fiz mais palestras do que planejei;
  • Publicamos um projeto novo o Product Oversee;
  • Li minha meta de livros;
  • Ninguém muito próximo pegou COVID;


O que foi ruim?

Esse ano o problema basicamente foi a saúde que precarizou bastante:

  • Não segui com os exercícios e acabei engordando;
  • Ainda estou protelando ir no médico ver meu problema de Rinite;
  • Faz um tempo que não vou no Endocrinologista;
  • Sono ruim. Tem sim o problema do meu filho acordar muito a noite, mas acho que a tiróide (tenho hipotireoidismo) está bem merda;

Livros e leitura

Faz alguns anos que eu tenho colocado uma meta de leitura de livros durante o ano. Não que essa meta seja algo marcado em pedra, mas até então ter uma meta me ajudava a manter a leitura ativa. Em 2018 eu cravei a meta de 25 livros, como nesse ano. No ano passado, que foi o ano do nascimento do Pedrinho, eu coloquei uma meta MUITO baixa, porque eu não sabia quanto a rotina de ter um filho ia afetar minha rotina de leitura. Bom, o resultado é que eu defini uma meta de 10 livros, mas acabei lendo 34 (horas de sono, ninar e mamar são ótimos para leitura, fica a dica) .

Esse ano a meta foi de 25 livros e acho que vou manter essa meta anual durante um bom tempo. É algo bem factível de se alcançar, é uma rotina bastante saudável pra quem gosta de ler frequentemente e não fico tão ansioso em tentar alcançar a todo custo.

Para extrair esses dados, eu uso o Goodreads (a minha rede social predileta junto com Twitter). Me segue lá.

O resumo que o Goodreads monta automaticamente pode ser visto aqui: https://www.goodreads.com/user/year_in_books/2020/50891723.

Alguns dados rápidos:

  • O maior livro foi tinha 506 páginas , foi o Um Cavalheiro em Moscou. Esse livro foi incrível de ler. Achei incrível.
  • O menor tinha 55 páginas. Foi Educação Cristã Clássica. Livro interessante que fala sobre o trivium: gramática, lógica e retórica.
  • O primeiro livro que li no ano foi “Os despossuídos” da Ursula K. Le Guin
  • Dei uma nota de média de 3.3 estrelas em 2020. Eu sou meio rígido com notas de avaliação. Para ser 5 estrelas, o livro tem que ter explodido minha cabeça de tal forma que eu me sinta impelido a mudar meus hábitos, pontos de vista, forma de pensar e etc. Se não, é 4 estrelas pra baixo.
  • Li um total de 27 livros. Mas ainda não terminei minhas leituras, estou lendo agora o Tokyo Ghost, então, pode ser que esse número aumente ainda.

Música

Bom, eu uso o Last.fm desde 2004. Todos os apps de músicas se integram com ele, então, esses dados são capturados sem nenhum esforço. O report anual dele é incrível.

Eu ouço pouca música. Vivo fazendo reuniões, então, fica difícil ouvir música durante o trabalho.

Eu também uso o Deezer como app de audio padrão. Assim como os outros concorrentes, o Deezer faz um catadão do ano e me mostra alguns dados de como foi meu ano. O resumo segue abaixo:

  • Muito influenciado pelo meu filho, as 3 músicas mais tocadas foram: One do U2, Teaching The Truth in Love do Acappella e Ain’t Going Down do Hushabye Baby. As três música que ele ouvia pra dormir. Era incrível como ele se acalmava e caia no sono. A música One do U2 tem até uma explicação: New study reveals modern lullabies with U2’s ‘’One” a perfect match
  • Eu estou bastante no hype do Cyberpunk 2077, por isso influenciou em eu ter ouvido a trilha sonora antes de 90% das pessoas que também ouviram essa trilha. O jogo é bem legal (eles ergueram tanto a expectativa da galera, mais os atrasos e bugs, que deu uma decepcionada no resultado final, masssss).
  • No total, ouvi 18800 horas de música em 2020. Eu não ouço muito música porque eu faço muita reunião durante o dia. O Last.fm diz que em 2019 eu ouvi em média 17 músicas por dia. Em 2020 isso não deve ter mudado muito.

Tempo e lugares

Bom, aqui a coisa ficou bem zoneada por causa da pandemia. Fiquei mais tempo em casa trabalhando do que no local oficial de trabalho, então, o dado ficou muito maquiado.

O app que eu uso chama-se Life Cycle. Tem só para iOS. Ele detecta minha localização e faz tracking de quanto tempo eu fico nesses lugares. A graça é que você consegue categorizar esses lugares, então, você consegue saber, quanto tempo passa em casa, no trabalho, quanto tempo é o seu percurso de ida e volta, quanto tempo passa almoçando, quando vai ao shopping, restaurantes, família e etc.

Como estou fazendo muito home office, o Life Cycle não detecta que eu estou trabalhando em horários alternativos, aí fica contabilizando que estou sempre em casa. Esse ano também passei muitos meses me escondendo do COVID no interior, onde fiquei trabalhando também. Então, ficou uma confusão dos dados. Espero que eles pensem nesse ponto de Home office e criem uma maneira para dizermos que estamos trabalhando em casa.

Os gráficos desse ano confuso ficaram assim:

Escrita

Ainda não descobri como fazer para trackear tudo que eu escrevo. Então, esses números aqui serão bem macros, ok?

Livro - Gestão Moderna de Produtos Digitais

Esse ano que publiquei um livro sobre gestão de produtos digitais. Esses são alguns dados sobre ele:

  • O livro tem algo e torno de 270 páginas.
  • Com 407.000 caracteres sem espaço. O que dá algo em torno de 78 mil palavras em 2782 parágrafos.
  • Eu passei algo torno de 220 horas escrevendo.
  • O livro levou uns 5 meses pra ser escrito - 21/10/2019 até 12/03/2020.
  • Dediquei algo em torno de 1 a 3 horas por dia.
  • Geralmente eu escrevia a noite, a partir das 21h30.
  • O dia que eu mais escrevi, passei 5 horas escrevendo.
  • O dia que eu menos escrevi, passei 11 minutos escrevendo.
  • Obviamente escrevi várias vezes depois, mas foram pedaços ou reestruturações.
  • Enviei para 5 especialistas no assunto para lerem e validarem ideias.

Sobre as pessoas lendo o livro:

  • As pessoas já leram mais de 45800 páginas do livro. Algo em torno de 169 páginas por dia;
  • 84% das pessoas compram versão digital;
  • Só foram vendidos 91 livros impressos no clube de autores;

No blog

Esses são os números do meu blog pessoal https://diegoeis.com/. Eu tenho uma pseudo-meta de escrever pra o blog uma vez por semana. Mas quase nunca consigo. Mas também eu não me cobro.

  • Escrevi 45 textos;
  • Isso gerou algo em torno de 34140 palavras mais ou menos;
  • O tempo de leitura aproximado é de 183 minutos (algo em torno de 3 horas de leitura);

Palestras e Mentorias

Desde Julho de 2020, eu abri minha agenda, uma vez por semana, às quartas-feiras, das 16h às 16h50 para pessoas e empresas que queiram fazer mentorias sobre gestão de produtos e serviços digitais. No começo fiquei meio em dúvida sobre o interesse das pessoas, mas fui mesmo assim. Resultado: só tenho agenda disponível a partir de Março de 2021. Muito por que faço só uma vez por semana, mas acho que a galera está bem engajada nesse tipo de conteúdo e formato de aprendizado/dúvidas. Meses de Novembro e Janeiro a agenda ficou fechada.

Em números:

  • 17 mentorias;
  • Algo em torno de 14 horas dedicadas;

Para palestras, abri minha agenda só a partir de Junho, por isso o tempo dedicado foi bastante comprometido. Contudo, foram algo em torno de 17 palestras (entre palestras para empresas ou abertas para o público). Isso resultou em algo mais ou menos como 19 horas dedicadas.

Abaixo uma lista rascunhada. Em 2021 vou tentar me organizar melhor para extrair melhor esses dados.

Você pode ver os slides das palestras que faço aqui.

To-dos

O Todoist é o meu sistema de gestão de tarefas padrão. É o sistema mais simples e completo que eu conheço hoje em dia. Sem burocracia e com vários hacks interessantes.

Eu não coloco todas e qualquer tarefa que eu faço durante o dia lá. Tarefas pequenas como escovar os dentes, tomar café da manhã e etc, para mim, não fazem sentido estarem lá… Isso já está incluso na minha rotina diária. Eu basicamente coloco as tarefas importantes, que eu preciso executar durante o dia, muito relacionado a projetos pessoais e trabalho. Existem sim algumas coisas pessoais.

Bom, o Todoist cria uma review anual. Você pode ver o meu review de 2020 aqui. Mas segue alguns prints abaixo:

Assim como nos outros anos, eu não completo muitas tarefas. Exatamente por que eu coloco apenas o necessário. Exatamente por causa disso, eu nunca serei Top 1%… Fiquei estagnado no Top 2% dos usuários do Todoist. :-(

Geralmente eu também não marco as tarefas que faço como feitas no exato momento que eu as termino. Geralmente isso acontece no dia seguinte. Eu deveria fazer um review diário para conseguir marcar as tarefas como completadas pelo menos no mesmo dia. Vou fazer isso esse ano. Por causa desse costume, geralmente eu completo as tarefas já feitas no sábado. Principalmente as que foram feitas na sexta.

Não completar as tasks exatamente no mesmo dia que eu as completei, faz com que teu tenha um Gap de 60 dias nas estatísticas do Todoist.

Side Projects

Lancei um projeto com meu amigo Pablo Silvachamado Product Oversee. Esse projeto tem como objetivo melhorar a maturidade do mercado de Serviços e Produtos Digitais por meio de conteúdo criado por pessoa atuantes do mercado.

Além disso eu criei uma newsletter pessoal que eu me dedico muito pouco ainda, mas tem dado frutos, ela já tem mais de 500 subscribers. A ideia não é realmente escrever muito, mas quando tenho vontade e quando quero falar algo mais abrangente ou da minha vida pessoal. Muitas vezes não publico aqui no blog o que é publicado na newsletter.

Vida profissional

Esse ano eu saída Jüssi e ingressei na Sympla. E isso foi incrível. A Jüssi me deu uma bagagem que eu não conseguiria ter em qualquer outro lugar. Mas sinto que eu encontrei um lugar onde quero ficar durante muito tempo. Eu estou realmente me sentindo satisfeito com a empresa, sua cultura, mercado e pessoas.

Entrei aqui na Sympla em Março de 2020, como Head de Produtos Digitais da Bileto, que é uma área dentro da unidade de negócios de eventos presenciais, que é responsável pelos produtos para Teatros, Museus, Casas de Shows, Parques e etc.

Mas em Outubro, eles me convidaram para sentar na cadeira de liderança da Unidade de Negócios de Eventos Online, então, assumi como Head de Eventos Online e a partir daí estou seguindo uma carreira mais ligada a negócios e estratégia, mas ainda conectada a produtos de uma certa forma, já que nessa unidade Produtos é core.

Um ano muito bom e privilegiado dado as consequências e cenários que a pandemia criou.

Concluindo

Tem tantos outros dados que eu gostaria de expor, por exemplo, sobre saúde. Talvez faça isso no próximo ano. Já deixei mais organizado para que seja fácil de extrair dados e expor em textos desse tipo.

Eu recomendo pra todo mundo que faça isso também. Não somente para medir sua performance ou desempenho, mas para ter uma ideia se você está realmente se direcionando para seu objetivo profissional/pessoal, ou se está só perdendo tempo. É também uma maneira para medir quanta coisa “útil” você produziu, diminuindo a cobrança e se dar tempo para relaxar com a tranquilidade com o sentimento de dever cumprido.

Para quem quiser tentar esse exercício, a Todoist tem uns templates que ajudam a iniciar: How to Complete Your Own Annual Review (And Why You Should) e Annual Review – Templates | Todoist

Livro Gestão Moderna de Produtos Serviços Digitais.

O Produto Digital como um meio de entregar valor para o usuário e para o negócio.

Ver mais